Se gritar pega Centrão,  não fica um meu irmão

Se gritar pega Centrão, não fica um meu irmão

Por Marcos Lima

No dia 22 de julho de 2018, ao discursar na Convenção do PSL que lançou a candidatura de Jair Bolsonaro, o General Augusto Heleno para ironizar cantou “Se gritar pega Centrão, não fica um meu irmão”, parodiando o samba conhecido dos brasileiros.

Eles queriam se mostrar como aqueles que odiavam a velha política do toma-lá-da-cá. Pura demagogia.

Prenderam o Lula, fraudaram até mais não poder e ganharam a eleição na mão grande. Muitos brasileiros se entusiasmaram com os novos sujeitos que tomavam a cena política (mentira também), apesar de Bolsonaro e toda a família já estarem há décadas na política.

Também disseram que eram a favor da Operação da Lava Jato para limpar o Brasil e colocar os “petralhas” na cadeia.

Quase uma mentira

Quando a Operação Lava Jato se aproximou de alguns de seus amigos, o presidente disse que a corrupção havia acabado no Brasil e pronto, deveria ser fechada.

A farsa continuou quando o Centrão, cada vez mais fortalecido pela destruição causada aos partidos e as empresas brasileiras pela Operação Lava Jato, deu as caras para Bolsonaro, Mourão e o General Heleno deram o Banco do Nordeste para Valdemar da Costa Neto (PL); Marcelo Lopes da Ponte do Partido Progressista ficou com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação; a Funasa está com o PSD, de Gilberto Kassab, e o Republicanos (ligado à Igreja Universal) nomeou o novo secretário nacional de mobilidade do Ministério de Desenvolvimento Regional.

Esta semana, o governo Bolsonaro/Mourão liberou mais de 3 bilhões para projetos de deputados e senadores, para elegerem os presidentes das duas câmaras e manter apoio ao seu governo, impedir os pedidos de impeachment e quem sabe a reeleição em 2022.

A (ex)querda brasileira se uniu ao Centrão e apoia Baleia Rossi para a Câmara dos Deputados e Rodrigo Pacheco no Senado. Enfim, Bolsonaro, apesar do enorme desgaste é um vitorioso graças ao Centrão. E viva a velha política brasileira!

Vão entregar o Brasil a preço de banana sem explicações e sem lamentos.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria