Sopram ventos de guerra em várias partes do mundo (Vídeo)

Sopram ventos de guerra em várias partes do mundo (Vídeo)

Conforme a crise capitalista avança, os ventos de guerra avançam em todo o mundo.

Todas as contradições do capitalismo mundial têm se exacerbado a níveis nunca vistos antes.

Todas as leis fundamentais do capitalismo continuam atuando e de maneira cada vez mais contraditória.

A contradição entre o capital e o trabalho tem exponenciado. As dificuldades para obter lucros das atividades produtivas têm acelerado.

A composição orgânica do capital (o percentual de capital constante em relação à mão de obra) aumenta rapidamente e dificulta ainda mais a contenção da queda da taxa média de lucros mundial.

O imperialismo, que é o domínio dos monopólios, a partir da fusão do capital industrial e do capital financeiro, é a época atual do capitalismo na qual os períodos de crise são cada vez maiores e os períodos de ascensão econômica cada vez maiores. As guerras contrarrevolucionárias pelo controle do mercado mundial se tornam cada vez mais frequentes e caminham de mãos dadas com seu oposto, as revoluções, e vice-versa.

O imperialismo norte-americano avança na rápida militarização das sociedades latino-americanas, dos Estados Unidos e do Canadá. É a preparação para novas e maiores guerras. O fortalecimento das bases norte-americanas na região é acelerada. Da mesma maneira que acelerou a integração aos estados das principais bandas do narcotráfico e do crime organizado.

A pressão contra a Rússia desde os países Nórdicos, passando pelos países Bálticos, a Polônia, a Ucrânia, a Bulgária e parcialmente a Turquia, aumenta.

A pressão contra a China no Mar do Sul da China é um dos lugares onde mais sopram os ventos da guerra. Não por acaso, o presidente Xi Jinping decretou o estado de alerta para o Exército Popular de Libertação.

No Oriente Médio, os ventos de guerra continuam soprando fortíssimos. As contradições com o Irã tendem a ficar ainda mais fortes com a integração à Organização de Cooperação de Xangai (OCX).

As contradições entre a Índia e a China também escalaram, e deverão aumentar ainda mais com o também ingresso à OCX do Paquistão como membro efetivo.

Mas a principal contradição na luta de classes mundial é a existente entre as classes opressoras e os oprimidos, entre a burguesia mundial e os trabalhadores. É aqui onde se processa a principal agressão com o uso de métodos militares cada vez mais evidentes na tentativa de descarregar o peso da crise capitalista sobre as massas.

A crise capitalista está na base da aceleração das contradições entre as classes sociais e as frações de classe. Essa é a base da escalada dos ventos de guerra e das revoluções.

As tarefas dos revolucionários passam por lutar pelo agrupamento dos trabalhadores em luta contra o capital.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria