Eixos da perspectiva para 2022

Eixos da perspectiva para 2022

  1. Aprofundamento da crise capitalista mundial: inflação, endividamento público e privado, desemprego, fome e carestia da vida.
  2. Fortalecimento do “capitalismo de estado” sob vários mecanismos.
  3. Novas ondas de estado de sítio disfarçadas de “pandemia”, passaporte digital, impedimento de manifestações e protestos.
  4. Aceleração das contradições entre o bloco liderado pelos Estados Unidos e o bloco liderado pela China-Rússia e aumento da agressividade militarista. Alta probabilidade de no próximo período estourar uma guerra importante.
  5. Endurecimento dos regimes políticos em toda a América Latina e no mundo, por meio de vários mecanismos.
  6. Enfraquecimento dos partidos políticos institucionais e fortalecimento dos mecanismos de controle extra-parlamentares, por meio de vários mecanismos.
  7. Imposição no Brasil de um obsceno circo eleitoral, com prioridade à “terceira via” da extrema direita em escala geral, independentemente de quem vencer as eleições para a presidência da República.
  8. O movimento de massas tende a entrar em ação, de maneira contraditória devido ao aumento da pressão da burguesia.
  9. As direções contrarrevolucionárias do movimento de massas, assim como os partidos da denominada “esquerda” oficial, aumentam a sua integração nos regimes direitizados e repressivos.
  10. O movimento revolucionário começa a levantar cabeça, aparecendo focos de aglutinação dos revolucionários e de atuação revolucionária na movimento de massas.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria