O que está acontecendo:  China, a especulação imobiliária à beira do colapso

O que está acontecendo: China, a especulação imobiliária à beira do colapso

Transcripção do vídeo

Olá seguidores do canal Gazeta Revolucionária. Hoje iremos fazer algumas reflexões sobre a crise capitalista na China que agora ficou muito evidente no caso da Evergrande, a maior empresa imobiliária de todo o mundo.

Evergande é uma empresa que cresceu, fundamentalmente, a partir do ano de dois mil e nove e nesse momento uma empresa que conta com ativos aproximados de trezentos e sessenta bilhões de dólares, a metade do PIB do Chile, anual. Ela acumula dívidas de aproximadamente trezentos dez bilhões de dólares.

Nos últimos dias ela não conseguiu honrar alguns compromissos financeiros e ela não os pagou e por esse motivo, sem sequer dar alguma explicação, saiu das bolsas de Hong Kong. Nesse sentido o que significa a crise da Evergrande para a China, para o mundo e para a América Latina?

Em dois mil e nove, o governo chinês, para conter a crise de dois mil e oito, fez, repassou, gigantescos volumes de captais na tentativa de gerar um certo consumo interno para compensar as perdas pelas exportações que o mundo em crise não estava comportando. Somente para a área da construção, repassou no ano de dois mil e nove, dois mil e dez, setecentos e cinquenta bilhões de dólares. Nos próximos anos os repasses continuaram e várias das províncias da China começaram a sobreviver em cima da especulação imobiliária, como por exemplo, estabelecendo concessões das terra públicas por noventa e nove anos. Várias das principais províncias chinesas dependia aproximadamente de quarenta por cento do seu orçamento para fechá-lo em cima dessas manobras especulativas.

A Evergrande foi a principal empresa do setor especulativo imobiliário, mas com duas ressalvas. Em primeiro lugar, não é a única, existem várias outras empresas que atuam nesse setor da especulação imobiliária, mas também no setor da especulação financeira. A Evergarande, por exemplo, tem acumulado enormes lucros, manipulando e especulando em cima do chamados High yields dos titulos do tesouro norte-americano, que são os títulos do tesouro norte-americano mais podres e mais especulativos. Portanto, uma boa parte da dívida da Evergrande está rastreada em dólares, o que dificulta também o resgate do governo chinês.

O que nós temos aqui é que o sistema capitalista mundial é um sistema único e integrado e cada vez mais integrado e isso leva a situações em que ninguém está isento do aprofundamento da crise capitalista mundial, nem a China. A China é uma potência regional muito importante, a mais importante de todas no mundo, e ela precisa para conter a própria crise interna se expandir, se converter numa potência imperialista, o que implica na necessidade de disputar o controle do mercado mundial com as outras empresas imperialistas, as outras potências imperialistas, principalmente o imperialismo norte-americano. Isso explica o porque existe uma agressividade brutal do imperialismo norte-americano contra a China, principalmente no mar do Sul da China, mas não unicamente. Até agora nenhuma nova divisão do mercado capitalista mundial tem sido obtido a não ser por meio de grandes guerras.

Hoje nós vivenciamos a maior crise capitalista de todos os tempos e a saída ainda está longe de ser conseguida, principalmente porque o problema principal que são os volumes brutais de capitais fictícios ainda não foram resolvidos. E a saída para essa crise enorme só pode ser a guerra e ou a revolução. Porque conforme o próprio Hegel, Marx e Lenin e outros dialéticos nos ensinaram, tudo caminha da mão do seu oposto e não há revolução sem contra a revolução e vice-versa. Por esse motivo, o nosso papel como revolucionários é nos organizarmos para organizar a luta dos trabalhadores e dos povos oprimidos no próximo período.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria