A privatização dos Correios abre passo à entrega total do Brasil

A privatização dos Correios abre passo à entrega total do Brasil

Há poucos dias foi aprovada a privatização dos Correios na Câmara dos Deputados de lavada, por uma diferença de mais de 110 votos.

Agora avançou para a Câmara dos Senadores onde deverá ser aprovada por uma diferença percentual ainda maior.

Esse resultado não devia surpreender ninguém já que é uma política imposta pelos grandes capitalistas e principalmente pelo imperialismo norte-americano.

O grande capital enfrenta a maior crise da sua história e para salvar os seus lucros é capaz de matar um milhão de pessoas, como o fez na guerra do Iraque, e até a própria mãe.

A máfia sindical, que dominam os aparatos sindicais como seus próprios negócios, e as máfias que controlam os partidos políticos tem evitado qualquer tipo de mobilização e protestos com o objetivo de derrotar as privatizações, as demissões em massa e os brutais ataques contra os trabalhadores e a população.

A categoria dos trabalhadores dos Correios tem grande tradição de luta e é por isso que as condições especiais de estabilidade e de PDVs (planos de demissões voluntárias) são muito melhores que as que foram oferecidas nas privatizações anteriores.

É evidente que se os trabalhadores da base não reagirem serão levados que nem cordeirinhos ao matadouro pelos mafiosos que passaram a controlar as organizações de luta.

Vamos agrupar os trabalhadores de luta numa vanguarda que seja capaz de dirigir a resistência.

É preciso impor uma grande greve para derrotar a privatizações e as demissões

É preciso ir às ruas para mostrar aos demais trabalhadores e ao povo que a luta é o caminho.

Agora é o tudo ou nada para os trabalhadores concursados dos Correios.

É o futuro dos trabalhadores, das suas famílias e filhos o que está em jogo.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria