(Podcast) Índio Velho de Goiás: Pelegos, Traições e desespero dos trabalhadores

Divino Alves, Índio Velho de Goiânia

Transcrição do Audio:

Bom dia, Companheiros e companheiras, Trabalhadores dos Correios em nível nacional. Faltam dezoito dias para o julgamento no Supremo Tribunal Federal STF sobre a privatizações das estatais.

Até agora, nem a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores da ECT) nem a Findect fizeram nada; se fingem de mortas. O assessor jurídico da Fentect, senhor Robson Gomes, parece que ainda está no sítio de praia deles, lá na Bahia, dançando forró, capoeira e outras danças . Se o Robson e o seu Marcão do Rio de Janeiro deixaram transcorrer o prazo, não entraram com ação coletiva no tocante ao Plano de Saúde, a retirada dos pais e mães, deixando perder o prazo. Temos no Tribunal Superior do Trabalho seiscentos e cinco anistias em trânsito julgado para que os trabalhadores anistiandos retornem.

Mas o seu Robson, o seu Marcão, nem a Fentect, nem a Findect querem o retorno de nenhum demitido. Trazendo esses demitidos, haveria a garantia da estabilidade para os trabalhadores que se encontram trabalhando. O seu Paulo Bezerra, da Comissão de Anistia, o secretário geral de Anistia da Fentect, o senhor William Castro, de Belém do Pará, não estão nem aí, até porque William está trabalhando, ganhando o ticket, ganhando os seus benefícios; e os demitidos?

Que se dane seu Paulo Bezerra. Não puxa nenhuma discussão nesse aspecto para voltar aos demitidos. Fica aí junto, com a Conlutas e da Articulação do PT, enganando e traindo! É a Lei de anistia 10.559 . Então companheirada, chegou o momento dos trabalhadores.

Devemos botar esses traidores da Fentect e da Findect para correr; os pelegos Gandara e seu Ronaldão da Findect; da Fentect, o seu Talibã e Geraldinho, esses pelegos da “oposição” de São Paulo. Mas é só uma oposição de araque. E o Heitor do Rio de Janeiro, concorrendo às eleições no Rio de Janeiro, há trinta e cinco anos na Fentect, sequer sabe que é uma carta, uma encomenda. Virou profissão. Querem se perpetuar no poder dos sindicatos que os usam para seus negócios.

Juntando as três chapas do Rio de Janeiro, não dá uma que tenha compromisso com a classe trabalhadora. Só se salva o carteiro Júlio Negrão. O resto são todos pelegos, traidores, enganadores da classe trabalhadora. O Pato Choco da “Articulação alegria do patrão” da Chapa três é uma vergonha; a sua esposa “Gisele Bündchen” só fica em Brasília enganando e destruindo os direitos dos trabalhadores.

Companheirada, a Fentect e a Findect na última greve entregaram todos os direitos. Todas as cláusulas do Acordo Coletivo. Traíram a greve entregaram a greve para a Empresa. Impuseram o aumento no Plano de Saúde com cinquenta por cento sem os pais, sem as mães. Eu pergunto aos trabalhadores dos Correios, para que servem os sindicatos? Para que servem essas duas federações pelegas mafiosas e corruptas?

Os trabalhadores devem urgentemente entrar na Justiça, Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público Federal, o Ministério Público Estadual e colocar na imprensa as manobras, as traições e as corrupções das duas federações.

Eu vejo o senhor Ronaldão do Rio de Janeiro dizendo que ele representa os trabalhadores, que conseguiu vários benefícios para os trabalhadores. Será que isso aconteceu nos Correios do Brasil?

Os trabalhadores do Rio de Janeiro têm que acordar e os pelegos devem passar óleo de peroba na cara. Os trabalhadores não devem votar em nenhuma dessas chapas pelegas e tomar esse sindicato do Rio de Janeiro. Até porque essas eleições irão ter mais uma vez muita segurança armada. Vai ter traição e fraude nessas eleições para Ronaldão da Findect se manter na direção do Sindicato, enganando e traindo e tirando os direitos dos trabalhadores. E isso com a cumplicidade da máfia sindical da Fentect.

Companheirada, vamos botar esses traidores da Fentect e da Findect. Sequer a Findect tem uma carta sindical para representar legalmente os trabalhadores.

Então, companheirada, é o momento dos trabalhadores ir para a rua, construir uma greve geral. Construir um sindicato único botando para correr a máfia sindical.

É preciso botar fora os mafiosos da Findect, o seu Ronaldão, o seu Gandara, o Divisa, o seu Wilson do Maranhão e também o Rufino do Tocantins que são enganadores e traidores profissionais da classe trabalhadora.

Companheirada! O que nos resta ainda é o emprego, o direito de trabalhar.

É o momento dos trabalhadores se única e construir uma greve geral, não só o impeachment de Bolsonaro. Fora Bolsonaro, fora Mourão, cadeia para Paulo Guedes e eleições realmente democráticas.

O governo já o disse que depois da eleição da Câmara do Senado, no início de fevereiro, irá colocar todas as maldades, todas as privatizações, reforma administrativa, a reforma tributária e privatização de todas as estatais. E as duas federações se fingem de mortas, enganando e ajudando a destruir os direitos dos trabalhadores.

Acorda Companheirada!

Levante! Organize-se! Lute!
A Hora de Lutar é Agora

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria