CHILE: AGORA SIM VAMOS POR ELES!

Publicação Original: plrchile.com

Chamada para a Greve Geral na sexta-feira, 5 de março:

Desde 15 de novembro de 2019, todo o bloco no poder traçou um plano para parar a Rebelião Popular, convocando um plebiscito e uma subsequente Convenção Constituinte, ambos realizados sob as leis de a ditadura de Pinochet e na Lei 21200 que garante a real impossibilidade de mudança do sistema ditatorial.

As forças políticas e sociais que viveram sob a proteção do sistema capitalista de Pinochet, correram para assinar o dito acordo e arrastaram com esse acordo, um grande número de organizações e indivíduos que, sem política ou organização, simplesmente aderiram ao plano da burguesia e com sua atitude, dividiu as forças do povo e jogou na desmobilização do povo, salvando o pescoço de Piñera.

Essas organizações, acima de tudo, fizeram contas curtas e viram na possibilidade da Convenção Pinochetista, um recurso para atingir mais pessoas e poderem se constituir em coletivos de acordo com seus interesses políticos, mas não colocaram os interesses da classe trabalhadora em do centro, nem da totalidade dos explorados que resistiram e partiram para a ofensiva de forma heróica.

Hoje, mais de um ano após o início da Rebelião, o povo, mais uma vez, cansado dos assassinatos, torturas, mutilações e exploração brutal que sofre nas mãos dos empresários, continua a resistir nas ruas apesar de todos os apelos. Para aderir ao trupe eleitoral.

Nos últimos dias, o assassinato de três jovens nas mãos da polícia contribuiu para a corrupção galopante e a tentativa de endurecer ainda mais as políticas repressivas, buscando que o próximo governo receba uma constituição Pinochet mal reformada e uma legislação repressiva forte que serve para dominar o povo rebelde.

Diante desta situação, a população intensificou sua presença nas ruas de todo o país a partir de uma justa conduta de mobilização e protesto permanente, agregando cada vez mais setores em quase todo o Chile e assumindo esta mobilização de diferentes formas.

Assim, como produto do amadurecimento dos processos de luta em muitos territórios, muitas organizações e autoconvocados decidiram convocar e organizar uma grande Greve Geral para o próximo dia 5 de março em todo o país a partir das 05:00 da manhã. Esta chamada tem crescido e importantes setores sociais e trabalhistas têm se unido.

Assim, partiu do próprio povo o chamado que visa acabar de uma vez por todas com o regime Piñera e os empresários e começar a democratizar efetivamente o país. Por tudo isso, pedimos o seguinte em 5 de março:

– Greve geral em todo o território nacional e à solidariedade ativa dos chilenos no exterior e de todos os povos do mundo que desejam se tornar irmãos em nossa luta.

– Paralisar os centros de trabalho em todo o país por salários dignos e condições de saúde para os trabalhadores

– A partir das 05h00 desse dia, garantir dos territórios a paralisação das vias de transporte e transportes terrestres, avenidas, rodovias, estradas e rodovias.

– A partir das 08:00 concentração nos territórios evitando por todos os meios a entrada da repressão.

Quando não há repressão, tudo acontece de forma massiva e tranquila. O comércio deve permanecer fechado e apenas os serviços de emergência dos centros de saúde devem funcionar.

– 12h00 pelas praças centrais de cada cidade, mas sem descuidar dos territórios.

– 14:00 Todo o país deve estar paralisado e as pessoas permanecem nos territórios buscando por todos os meios cuidar das medidas sanitárias necessárias ao autocuidado.

– 16:00 Início do grande Protesto Nacional em todos os territórios do país

– Balanço do dia às 20h em assembleias abertas sempre que possível, mantendo o autocuidado. As organizações que aderem a este apelo convocaram-se sem protagonismo e sem a interferência dos partidos que apoiam o regime, sejam eles o governo ou a oposição, que, neste momento, se tornaram iguais.

Só o povo salva e defende o povo!

Sai com Piñera agora!

Dissolução dos Carabineros, chega de repressão!

Eles estão nos matando e temos o direito de nos defender!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Deixe um comentário