Eleições em 2022 ou organizar a luta nas ruas já? Contra os ataques ao povo pobre e trabalhadores!

Eleições em 2022 ou organizar a luta nas ruas já? Contra os ataques ao povo pobre e trabalhadores!

Por Florisvaldo Lopes

A exquerda após quatro anos sem chamar um mero ato de rua e após vários projetos de leis que retiram direito dos trabalhadores e da população carente de ajuda social, serem aprovados esse ano, ano pré eleitoral, chamou um ato nas ruas de todas as capitais e grandes cidades no dia 29 de maio e chamou outro ato para sábado dia 19/06, atos totalmente controlados pela burocracia partidária e sindical, apesar de ter havido um público além do esperado, o que ouvimos foi o mesmo do mesmo, ou seja, as velhas demagogias que visa obter voto em eleições.

Para essa exquerda o mal do mundo é o genocida e atual presidente, Bolsonaro. É claro que ele é responsável pela situação que se encontra a população trabalhadora do país. Mas, o que essa exquerda não fala é que passamos pela maior crise capitalista da história e que devido a isso, os imperialistas, principalmente os Norte Americanos, têm imposto a sua política de terra arrasada às populações dos países que eles controlam e assim, impondo guerras aqueles que eles buscam controlar. Ex: Venezuela, Síria, etc. 

Essa “exquerda”, que na prática ajuda o governo genocida a massacrar os pobres do Brasil, busca manter seu discurso eleitoreiro como se o Brasil não fizessem parte de um mundo globalizado e sim estivessem no espaço sideral. Ninguém questiona as leis que endurece o regime contra o povo como, por exemplo, a lei anti-terror aprovada ainda no governo da exquerda, não falam nada em revogar as leis que retiram os direitos trabalhistas e sociais, não falam nada de parar com as privatizações, nem em acabar com a corrupção dentro da política e dentro das grandes empresas.

E não nos enganemos, os partidos que temos hoje não enfrentarão a elite capitalista em defesa do povo. Essa é uma política que só o povo pobre trabalhador pode levar a cabo, devemos nos unir na luta contra todos os ataques promovidos contra nós trabalhadores, sem união e luta nas ruas, esperando que a burocracia sindical ou a burocracia parlamentar lute por nós, seremos com certeza ainda mais massacrados.

Esperar por eleição não é a solução, é preciso manter a luta na rua contra o governo fascista e também contra os demagogos eleitorais que usam das lutas da população nas ruas para empurrar o povo a eleições burguesas controlada pelo imperialismo, principalmente o norte-americano.

Os trabalhadores precisam se organizar para derrubar esse sistema podre, escravagista que só visa o lucro morra quem morrer, no capitalismo não têm como o povo pobre sobreviver com dignidade, por isso precisamos derrubar este sistema de vez, antes que eles nos massacre e nos joguem em uma vala comum como tem nos jogado com a pandemia.

Acorda povo trabalhador do Brasil e do mundo.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria