CHINA: EM PRODUÇÃO A PRIMEIRA REDE QUÂNTICA. OS ESTADOS UNIDOS VÃO À GUERRA

CHINA: EM PRODUÇÃO A PRIMEIRA REDE QUÂNTICA. OS ESTADOS UNIDOS VÃO À GUERRA

A rede já conta com mais de 4.600 quilômetros de fibra, um satélite quântico em produção.

Participam do consorcio a Rússia, Áustria, Itália e Canadá com o objetivo de ampliar o desenvolvimento e ainda exporta-lo.

O impacto do desenvolvimento tecnológico da China é gigantesco. As potências imperialistas não podem aceitar a perda do monopólio nesse setor porque implicaria na perda do monopólio das parasitárias patentes e ainda com gigantescos impactos no setor mais saudável da economia capitalista mundial: o complexo industrial militar.

Click nas imagens para mais detalhes:

Não por acaso os abutres capitalistas impuseram nos Estados Unidos os senhores da guerra disfarçados de identitários (negros, mulheres, gays, imigrantes). E também não por acaso impulsionam o fascismo como movimento de massas com o objetivo de usa-lo contra o povo norte-americano caso for preciso. Até porque a saída capitalista para a crise ( a guerra com enorme destruição de forças produtivas) pressupõe a necessidade de manter o próprio quintal e o quintal traseiro pacificado.

Onde a “esquerda” oficial (bolsonarista, pinochetista e afins), que na prática levanta as bandeiras da direita, enxerga “democracia” (ainda em abstrato) há uma brutal ditadura, uma das piores de todos os tempos. Se trata de uma “democracia” para um punhadinho de abutres capitalistas e uma ditadura feroz para a esmagadora maioria da população mundial.

O papel dos verdadeiros revolucionários e anti-imperialistas é denunciar o massacre dos povos imposto pelos abutres capitalistas e organizar (ou pelo menos se preparar para) as lutas e toda força de resistência real.

Levante ! Organize-se! Lute!
A hora de Lutar é Agora!

close

🕶 Fique por dentro!

Deixe o trabalho difícil para nós. Registe-se para receber as nossas últimas notícias directamente na sua caixa de correio.

Nunca lhe enviaremos spam ou partilharemos o seu endereço de email.
Saiba mais na nossa política de privacidade.

Artigos Relacionado

Deixe um comentário

Queremos convidá-lo a participar do nosso canal no Telegram

¿Sin tiempo para leer?

Ouça o podcast da

Gazeta Revolucionaria